Publicidade

ASMR: relaxamento ou agonia?

Publicidade

Já viu algum vídeo de uma moça aleatória comendo uma maçã em frente a um microfone super profissional e não entendeu nada? Ou até mesmo por alguém penteando o cabelo, batendo a unha na madeira ou até SUSSURRANDO? Meu amigo, bem-vindo ao clubinho de quem também se deparou com esses vídeos aleatórios no Youtube e não entendeu do que se tratava, recorrendo ao tio Google para desvendar o tal “ASMR”, que descrevia as produções. ASMR é a sigla para Autonomous Sensory Meridian Response ou, em português, Resposta Sensorial Meridiana Autônoma. Basicamente, as produções são feitas no intuito de causar formigamentos e/ou sensação de sono e relaxamento a partir de estímulos visuais, auditivos e cognitivos, usando técnicas que causam sensações prazerosas (isso para algumas pessoas, para mim só causa agonia).
Nos vídeos, os triggers, em português “gatilhos”, são usados para desencadear as sensações do ASMR. Os mais famosos envolvem comer, produzir sons secos e molhados com a boca, toques em objetos e uso de palavras que não existem.
Em alguns, a promessa é de que o ASMR pode acabar com a insônia. Não custa tentar né? A indicação é de que sejam usados fones de ouvido para intensificar os sons.

Fala aí
Outras

Impactado pela história da própria avó, vítima de câncer de mama, e motivado pela vontade de querer resgatar a autoestima de mulheres que sofrem da mesma…

No último domingo (22), a segunda edição da Parada LGBTQ de Franco da Rocha ganhou uma camada a mais de emoção ao virar palco da união…

Drones podem ser a nova aposta do governo brasileiro contra o desmatamento ilegal da Amazônia. Hoje em dia, quando há suspeita de um acampamento de madeireiros…

Este ano, seis casas de diferentes estilos, dimensões e épocas acomodam 47 ambientes projetados por 69 profissionais. Uma das seis residências terá acesso diferenciado e irá…

Dobro + Bravo